10/04/2020

Rastreando o COVID, mantendo a privacidade

Por wcalazans

Pesquisadores do MIT e universidades aliadas desenvolveram um aplicativo móvel que pode informar se você esteve perto de uma pessoa infectada com COVID-19 e esperam com isso, ajudar a reduzir a pandemia de coronavírus sem prejudicar a privacidade das pessoas.

O Private Automated Contact Tracing out Rastreamento automatizado de contatos privado (PACT) foi projetado para permitir que as pessoas descubram se estiveram perto de outras pessoas que pegaram o COVID-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus. Se você testou positivo, pode usar o aplicativo para enviar voluntariamente informações para um servidor que permite que outras pessoas descubram que estão perto de alguém infectado. Também permitirá que você descubra se já esteve perto de outras pessoas com a doença.

O PACT faz isso sem compartilhar sua identidade ou número de telefone com ninguém, incluindo o governo. O aplicativo também não registra sua localização. Tudo o que você precisa saber é que você estava perto de outra pessoa executando o aplicativo, e não onde vocês dois estavam.

Entre os participantes do esforço estão Ron Rivest, do MIT, e Adi Shamir, do Instituto de Ciência Weizmann, em Israel. Os dois cientistas são o “R” e “S” da tecnologia de criptografia RSA, o processo pioneiro que protege a comunicação na Internet. Também inclui pesquisadores do Massachusetts General Hospital Center for Global Health, Universidade de Boston, Universidade Brown, Universidade Carnegie Mellon, SRI International e diferentes divisões do MIT.

O PACT, que ainda não tem data de lançamento, mas é um exemplo de inovação para lidar com a pandemia de coronavírus. As empresas que fabricam carros ou computadores de jogos agora estão fabricando ventiladores. Cidadãos comuns estão se mobilizando para costurar máscaras e protetores faciais de impressão 3D para médicos, enfermeiros e socorristas.

Outros aplicativos de rastreamento de contatos, incluindo o COVID Watch e o Rastreamento de proximidade de preservação de privacidade pan-europeu, também foram desenvolvidos para lidar com a pandemia.

Como próximos passos, Rivest espera que alguns dos projetos possam se unir. “Gostaríamos de ver uma abordagem comum”, disse ele.

Conte aos amigos