27/02/2020

Ir além da transformação digital para garantir RoI

Por wcalazans

O conceito de transformação digital está rapidamente se tornando algo tão falado e que todo mundo diz estar praticando, que ele já começa a perder seu real sentido, passando para algo chamado de saciedade semântica – um conceito de que algo não tem valor porque pode significar muitas coisas, ou muito pouco.

Para os executivos, algo mais alarmante está ocorrendo: a transformação digital pode se tornar um empecilho para os esforços digitais realizados. Eles lutam para aumentar os lucros e obter RoI significativo com investimentos digitais em larga escala, mas não obtém tal retorno, como desejado.

Então, como obter valor em uma empresa digital e garantir que todos os investimentos ofereçam esse RoI?

É necessário mais do que transformar. É preciso transcender as abordagens tradicionais de crescimento e mudança.

A PwC fez uma pesquisa, a QI digital da PwC em 2020, nela, foram estudadas milhares de empresas e seus comportamentos digitais. E foi descoberto que:

  • Apenas 5% das empresas estão obtendo retorno moderado ou significativo de seus esforços digitais em todas as áreas medidas: crescimento, lucros, inovação, experiência do cliente, crescimento da marca, atração e retenção de talentos, interrupção de seu próprio setor, uso de dados para melhorar decisões, corte custos e combater novos entrantes da indústria.

Esse grupo de empresas – Trancendentes – obtém retorno real em suas empresas por abraçar a inovação e não temer mudanças…

Mas o que é preciso para transcender?

Quatro diferenciadores principais oferecem desempenho, consistência e destaque. E são elementos sobre os quais muitos líderes falam, mas nem todos atuam ou obtêm valor real.

1. Mudança de postura – não adianta apenas falar.

Ações valem mais que palavras. Se os líderes da empresa não adotarem estratégias digitais que os ajudem a se adaptar a esse mundo em constante mudança, não conseguirão trancender.

Para transcender, deve-se assumir riscos calculados, começando pela maneira de como liderar.

  • 84% dos Transcenders não apenas incentivam – usam estratégias de liderança focadas na colaboração e novas formas de trabalhar.
  • 92% dos Transcenders agem de acordo com as idéias de todos, não apenas dos superiores.

Isso é importante, pois os gestores não conseguem pensar em tudo ou ter todas as idéias.

Alguns exemplos de idéia vinda de colaboradores e que se tornaram casos de sucesso:

Os Trancenders desenvolvem uma estratégia digital básica, de modo que seus líderes se esforçam para evitar obstáculos à inovação e criam um ambiente de oportunidades para que as idéias surjam: Simulando a ideia, dando exemplo, criando ambientes e fazendo apresentações.

O marketing trabalha junto com as finanças?
O RH incentiva enviar ideias de novos negócios?
Funcionários menos experientes são convidados a reformular os problemas e criar novas soluções?

Grandes idéias não são vinculadas por títulos ou departamentos.

2. Invista como quiser.

A maioria das empresas investem em treinamento, tecnologia e inovação. Mas obter o retorno requer um esforço diferenciado. Sem a infraestrutura que suporta um ambiente em constante evolução, as aspirações fracassam.

Os processos, as tecnologia e as habilidades estão implorando para serem modernizadas – não apenas para o agora, mas para o futuro. Depois de fazer isso, terá tempo para se concentrar no crescimento acima dos custos:

  • 65% dos Transcenders direcionam suas iniciativas digitais e investem mais de 33% que outras empresas, em crescimento. Mesmo que agora não seja viável gastar mais, você pode realocar investimentos para iniciativas que incentivam a inovação e a tecnologia, que não apenas ajudam a reduzir custos ou economizar tempo, mas também impulsionam negócios.

Fazer isso pode parecer assustador, mas para os Transcenders o retorno é mais impressionante. A adoção de ferramentas e iniciativas digitais aumentou a participação dos funcionários em inovação em 84% nessas empresas. E, como grupo, eles viram um crescimento 17% maior na margem de lucro do que outros nos últimos três anos.

3. Coloque as pessoas em primeiro lugar

Nenhum negócio prospera sem talento criativo motivado. Para ir da transformação à transcendência, a experiência e o aprimoramento dos funcionários é fundamental – do tipo: colocar as pessoas na vanguarda da inovação – são cruciais.

Transcender significa ver seu negócio, sua empresa, como destemida, que muda suas táticas e dá aos funcionários, as ferramentas necessárias para elaborar novos planos e novas táticas. Você precisa das melhores pessoas e precisa delas para permanecer e crescer com você. (Sem mencionar que normalmente custa muito – mais de US $ 4.000 para contratar um novo funcionário.)

Para colocar seu pessoal em primeiro lugar, provavelmente será necessário repensar o treinamento:

  • 64% dos Transcenders do estudo Global QI da PwC recentemente aumentaram seus processos de treinamento. Sim, é crucial ensinar habilidades para o novo ambiente digital, mas elas precisam ser pequenas, imediatamente aplicáveis, práticas e motivadoras. E não se trata apenas de habilidades tecnológicas. Há um nível de agilidade mental e de habilidades – para aceitar e processar mudanças e novas formas de trabalho – e um impulso colaborativo necessário para passar ao status do Transcender. Além disso, você está preparando funcionários para o futuro, movendo-os do foco em fazer uma ou duas coisas muito bem para pensar de maneira diferente e usar ferramentas digitais de forma colaborativa.

A recompensa para as empresas transcendentes:

  • 72% sempre ou frequentemente alcançam a adoção pretendida de novas iniciativas (em oposição a apenas 35% das outras), e
  • 97% da Transcenders relatam maior produtividade dos funcionários ao usar ferramentas digitais e formas de trabalhar. Ah, e os Transcenders têm uma probabilidade 200% maior do que as outras empresas de atrair e reter os melhores talentos.

4. Construa uma cultura resiliente

Desafio gera resiliência; que é o resultado da persistência, juntamente com a visão de navegar pelas mudanças. Transformar rapidamente uma ameaça potencial em oportunidade tem sido fator determinante para empresas que estão vencendo a transformação digital.

É por isso que 98% dos Transcenders estão confiantes de que suas empresas sobreviverão, independentemente dos desafios que virão.

Mas qual a principal diferença entre transformação e transcendência?

As transformações têm um começo, um meio e um fim. E o que determina cada fase é o sue projeto ou sua implementação.

Mas a transcendência é uma sequência de constante aprendizado e aprimoramento. Os líderes Transcendentes fazem uma aposta, explicam a mudança cultural necessária e as táticas que permitirão essa melhoria. Eles têm uma visão clara e ajudam os outros a vê-la também.

Essa abordagem é a razão pela qual as Transcenders adotam grandes interrupções e se fortalecem:

  • 67% passaram, pelo menos, por um evento perturbador nos últimos dois anos, de fusões e aquisições até mudanças significativas na estratégia de negócios.

Além disso, a flexibilidade e o compromisso com o digital dão às empresas transcendentes uma forte vantagem competitiva:

  • 86% relatam um aumento na inovação rápida nos negócios.

A transformação pode estar perdendo seu significado, mas a transcendência está apenas entrando no zeitgeist. E é isso que manterá seu pessoal – e sua empresa – focados para a estrada aberta, à frente, e não no espelho retrovisor, para trás.

Conte aos amigos