21/12/2020

Qual a importância da Fluência Digital?

Por wcalazans

Novas demandas do mundo contemporâneo trouxeram necessidades de uma nova forma de letramento dos indivíduos. Neste cenário onde os recursos tecnológicos estão inseridos no cotidiano profissional e até no íntimo de cada pessoa, é preciso saber como empregar as ferramentas do mundo digital em diferentes áreas da vida real. Falando especificamente das competências necessárias para a fluência, estas devem ultrapassar o domínio básico na utilização de computadores e da Internet. Por fluência tratamos, então, do entendimento de como aplicar as tecnologias da informação de modo autônomo, consciente, apropriado e criativo ao dia-a-dia. Então, saber selecionar informações compartilhadas na rede, entre o que é de fato relevante e o que é fake; abordar informações, de forma crítica e qualitativa, somamos a necessidade de atualização constante de conhecimentos lhe ajudará muito à respeito da fluência digital e sua relevância no seu quotidiano.

A sociedade da informação – termo que designa a economia pós-industrial, onde novas tecnologias colocam as informações como centro social, cultural e político da sociedade, traz o consenso de que, uma pessoa com este domínio tem a capacidade de transformar recursos tecnológicos em soluções para problemas reais. Neste caso, podemos dizer ainda que a fluência digital provê a capacidade de atuar em diferentes tecnologias das que dispomos hoje, desde que, nós desenvolvamos novas habilidades e competências, aprimorando assim, o conhecimento.

Há então, uma oportunidade ímpar de criar estímulos cognitivos diferenciados. Um caminho novo para a melhoria do aprendizado e do conhecimento, estabelecendo novas formas colaborativas de produção do conhecimento, como este simples blog aqui.

Em um quadro mais amplo, sabemos que a tecnologia marca presença na vida das pessoas, tendo impacto material e cultural. Logo, ela se relaciona com práticas intelectuais e produtivas de relevância para a sociedade. Destacar-se neste cenário demanda muito mais do que a alfabetização tecnológica. Apenas a verdadeira fluência digital dará ao indivíduo o controle prolífico destas ferramentas. Este cenário ainda precisa ser muito bem trabalhado para poder avançar a passos largos em nosso país.

Cada um que almeja a fluência digital, precisa ir além de apenas saber usar o computador, aplicativos no celular, ou alguns softwares, é necessário saber como e para quê servem as novas tecnologias e ferramentas; e o mais importante: como entregar experiências produtivas, de qualidade e de mais baixo custo, materializando todo esse conhecimento estratégico. Lembre-se de que ao transformar a experiência do seu cliente, do seu interlocutor, do seu aluno, etc.; você o trará para mais perto de si.

  1. Enxergue além
    Um CEO ou executivo de alto escalão que não enxerga, que não analisa fatos e confere de perto as transformações no mercado e dentro da própria empresa, ficará alguns passos atrás da fluência digital. Veja, converse, pesquise o seu mercado, troque ideias com outros profissionais, saiba o que tem acontecido e para que servem tantas transformações.
  2. Seja curioso
    Saber apenas o nome de softwares que executam as ações mais importantes da sua empresa não é saber de tecnologia. Seja curioso, tente entender as ferramentas e o que é preciso para domina-las. Quem trabalha com ela geralmente tem quais conhecimentos? O que ela poderia fazer mais pelo negócio? É bom conhecer a fundo a tecnologia que você mais usa, para detectar as possibilidades de atuação.
  3. Faça cursos
    As crianças de hoje já nascem no mundo digital, mas isso não é o nosso caso. Para um CEO ou executivo de grande experiência ter um ótimo domínio digital e entender para o que servem as mil e uma ferramentas atuais, é preciso sim fazer alguns cursos. Requalificação e prática são muito importantes.

Que cursos fazer? Alguns muito bons e focados em negócios digitais. O fundamental é escolher um curso que tenha foco no mundo digital e nas novas tecnologias.

  1. Aprenda sobre inteligência artificial
    Ter um certo domínio de inteligência artificial, como funcionam, entender de data analytics, aplicações de inteligência artificial, machine learning, projeções e tendências com o uso do big data, cloud computing e Internet das Coisas, fazem parte da trajetória rumo à fluência digital. E lado a lado com tudo isso, está a transformação digital. Se você não sabe o que é transformação digital, vale a pena conferir o que é isso e de que forma a sua empresa está inserida nessa realidade.
  2. Melhore suas skills
    Algumas habilidades necessárias em tempos de fluência digital:

– Ser pró ativo, por a mão na massa, entrar no jogo das equipes;

– Comunicação é extremamente importante. A habilidade de se comunicar, trocar experiências, amadurecer ideias em conjunto, nunca foi tão importante como agora.

– Faça um curso de tecnologia ou ao menos com foco em estratégias digitais;

– Exercite a arte de criar. Crie, use seus conhecimentos em mercado, atendimento ao cliente, estratégias, tecnologia, experiências de vida no dia a dia. Tudo isso é capaz de desenvolver uma estratégia que você nem imagina.

Conte aos amigos