A economia na terceira onda digital – promessas e desafios

“A próxima onda de inovação digital está chegando. Os países podem alcançar novos patamares de inovação e prosperidade, ou podem ignorar as mudanças e perder a onda”,

Isso foi o que escreveu Robert Atkinson em seu trabalho The Task Ahead of Us. Atkinson é fundador e presidente da Fundação de Tecnologia da Informação e Inovação (ITIF), um órgão focado em políticas de ciência e tecnologia.

Agora estamos entrando na terceira onda da economia digital, diz Atkinson.

A primeira foi baseada em computação pessoal, Internet, Web 1.0 e comércio eletrônico.

A segunda nos trouxe a Web 2.0, big data, smartphones e computação em nuvem.

A terceira onda promete estar significativamente mais conectada, – incluindo maior largura de banda e uma ampla variedade de dispositivos; mais automatizada, – com mais trabalho sendo realizado por máquinas enquanto integra os mundos físico e digital; e mais inteligente, aproveitando grandes volumes de dados e algoritmos avançados para nos ajudar a entender e lidar com nosso mundo cada vez mais complexo.

“A construção e adoção do novo sistema de tecnologia conectada, automatizada e inteligente trará enormes benefícios globalmente, entre os quais se destacam grandes taxas de crescimento da produtividade e melhorias nos padrões de vida. Além disso, essas tecnologias ajudarão a enfrentar desafios globais relacionados ao meio ambiente, saúde pública e transporte, entre outros.”

Estamos nos estágios iniciais desta terceira onda. 5G, IoT, robótica, Inteligência Artificial e outras tecnologias promissoras estão sendo adotadas pelos primeiros usuários do mercado, mas seu impacto em larga escala ainda irá acontecer em 5 a 10 anos. Estamos em um período não muito diferente do final dos anos 80, quando ficou claro que a TI estava à beira de uma grande transição, mas a revolução da Internet não chegou até meados dos anos 90.

Segundo Atkinson, essa transição será mais complicada e levará mais tempo para ser concretizada que as duas primeiras. Nas duas épocas anteriores,

“os consumidores precisavam apenas de dispositivos conectados à Internet e as empresas precisavam de pouco mais que sites (e, algumas mudanças na logística e novos sistemas de pagamento). No futuro, o progresso dependerá de uma reformulação muito mais complexa dos sistemas de produção e dos modelos de negócios das organizações – não apenas dentro das organizações, mas entre elas”.

Além disso, além dos desafios técnicos e organizacionais, um dos maiores riscos no caminho é a crescente oposição neo-duddita à digitalização contínua da economia e da sociedade.

“A implementação da próxima onda de tecnologias digitais será muito mais difícil do ponto de vista sócio-político do que durante as duas últimas transformações digitais, porque hoje existe uma oposição mais ampla e mais rígida. Nas transições digitais passadas, o setor de tecnologia era amplamente visto como uma força para mudanças sociais positivas: os computadores ajudavam as organizações a se tornarem mais produtivas e a Internet a disseminar o acesso ao conhecimento. Hoje, por outro lado, a “Big Tech” é cada vez mais demonizada e desafiada em uma série de questões, desde a privacidade até a interrupção do trabalho”.

Dados seus benefícios atraentes, a próxima onda digital será em grande parte inevitável, diz Atkinson. Mas, seu apoio não precisa se basear em otimismo irrealista. Haverá sérios desafios, como tem sido o caso das transformações tecnológicas nos últimos dois séculos, incluindo a cibersegurança e a necessidade de fornecer assistência de transição aos trabalhadores deslocados. Conforme observado em um relatório recente da McKinsey sobre o futuro do trabalho,

“embora possa haver trabalho suficiente para manter o emprego pleno até 2030 na maioria dos cenários, as transições serão muito desafiadoras – igualar ou até exceder as taxas de trabalho da agricultura e manufatura vimos no passado.”

“Mas as sociedades conseguiram enfrentar desafios semelhantes nas transformações passadas, e não há motivos para acreditar que não possam fazê-lo novamente no futuro, especialmente se a sociedade civil mudar da oposição à implementação de tecnologia para apoiar regras e estruturas de governança”, completa Atkinson .

Mercados e empresas terão o maior papel no desenvolvimento e implementação de tecnologias digitais da próxima onda e suas transformações organizacionais subsequentes. Mas os governos têm um papel importante a desempenhar. Eles precisam fazer da evolução digital da próxima onda um objetivo político central. Mais especificamente, os governos devem adotar políticas que apóiem e permitam a transformação digital; removendo barreiras institucionais e regulamentares à implementação; e incentivando os cidadãos a abraçar a evolução digital.

Eis algumas das principais recomendações de políticas:

Apoiar políticas em que os benefícios sejam amplamente inequívocos

Tais políticas incluem “apoiar Pesquisa & Desenvolvimento, habilidades digitais e infraestruturas digitais; transformar as operações do próprio governo; abraçar a integração do mercado global; e incentivar a transformação de sistemas fortemente influenciados pelo governo (por exemplo, educação, saúde, finanças, transporte). “

Os EUA criaram, em 2005, um plano chamado Iniciativa Nacional de Inovação (NII), um relatório baseado em 15 meses de intensos estudos e deliberações, sobre a natureza mutável da inovação para os primórdios do século XXI e o que seria necessário para os EUA competirem e colaborarem efetivamente em um mundo cada vez mais interconectado. As conclusões e recomendações do relatório NII foram organizadas em três grandes categorias:

Talento: A dimensão humana da inovação, incluindo criação de conhecimento, educação, treinamento e apoio à força de trabalho.

Investimento: a dimensão financeira da inovação, incluindo investimento em Pesquisa & Desenvolvimento; apoio à assunção de riscos e ao empreendedorismo; e incentivo a estratégias de inovação de longo prazo.

Infraestrutura: as estruturas físicas e políticas que apoiam os inovadores, incluindo redes de informação, transporte, assistência médica e energia; proteção da propriedade intelectual; e regulamentação comercial.

No Brasil, temos o plano de ação para promoção da ciência e tecnologia, que um resumo, propõe um conjunto de programas, ações e projetos prioritários de apoio à inovação, para o período de 2018/2022, que visa contribuir para a
superação dos desafios relacionados com a ampliação da capacidade de desenvolvimento tecnológico e inovação das empresas brasileiras.

Não é de surpreender que os governos apelem por políticas que apóiem talento, investimento e infraestrutura; embora já possamos estar na terceira onda de tecnologias digitais, seu impacto transformacional nas economias e sociedades ainda está nos estágios iniciais.

Remover barreiras institucionais e regulatórias

Nas ondas anteriores, vimos as tecnologias digitais aprimorando as comunicações, disseminando conhecimento e melhorando a produtividade. Agora, as tecnologias digitais também são vistas como ameaçadoras à privacidade e segurança, fornecendo acesso a informações polarizantes e odiosas, e causando muito desemprego e afetando o bem-estar de muitos trabalhadores.

“A oposição mais estridente ao progresso econômico digital vem de uma classe crescente que procura proibir ou regular fortemente as tecnologias digitais emergentes, como robôs, veículos autônomos e biometria, para limitar drasticamente sua adoção”.

Precisamos de políticas que apoiem os benefícios positivos das tecnologias digitais e, ao mesmo tempo, abordem seus impactos negativos. Políticas de privacidade de dados excessivamente rigorosas dificultam os avanços potenciais que a Inteligência Artificial pode trazer à medicina, ao projeto de medicamentos e à saúde pública.

“Por exemplo, conceder aos usuários o direito de optar por não receber a coleta de dados (em vez de exigir sua inclusão) protegerá a privacidade e limitará os efeitos negativos sobre a inovação digital”.

Embora evitem políticas que limitem os avanços digitais, os formuladores de políticas devem buscar ativamente conter atividades ilegais ou antiéticas. Por exemplo, políticas que buscam regular atividades negativas, como pornografia, spam, fraude financeira, hackers, roubo de identidade, malware e pirataria na Internet. Atualmente, pouco ou nada é feito para limitar tais ações (e, na maioria dos casos, elas avançam).

Incentivar os cidadãos a abraçar a evolução digital

A armadilha do pensamento coletivo anti tecnologia limitará seriamente e desacelerará a transformação digital.

“Oficiais do governo e outras elites precisam adotar uma narrativa otimista sobre como a transformação digital levará a um aumento dos padrões e qualidade de vida, além de combater ativamente os que buscam instigar o pânico tecnológico.”

As narrativas anti tecnológicas culpam as inovações digitais por vários desafios sociais, incluindo

“desigualdade; perda de empregos e direitos dos trabalhadores; vício; vigilância; manipulação; cibercrime; polarização das mídias sociais; falta de diversidade; viés político; poder econômico e político concentrado; e evasão fiscal”.

A verdade é que as tecnologias digitais não são a principal causa da maioria dessas questões; e onde elas contribuem, as respostas geralmente podem fornecer soluções eficazes sem prejudicar a inovação.

“No final das contas, o sucesso dos governos em adotar as tecnologias digitais da próxima onda dependerá de uma combinação de conscientização e ação estratégica”, escreve Atkinson em conclusão.

Cada governo precisa perguntar a si mesmo, de que lado está nas duas frentes. Os políticos precisam realmente compreender as tecnologias, seus pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças competitivas que elas representam …

Ao tomar ações estratégicas, os governos deverão estar focados em aprender com as melhores práticas globais como as políticas afetarão as tecnologias digitais da próxima onda e, em seguida, garantir que se adaptem a essas lições para se ajustarem às realidades de seus próprios governos. Seguir o certo terá um impacto significativo e positivo nos padrões e na qualidade de vida das gerações futuras.

Conte aos amigos

24 thoughts on “A economia na terceira onda digital – promessas e desafios

  1. I simply wanted to say thanks all over again. I’m not certain the things that I could possibly have made to happen without these methods revealed by you on that problem. It has been an absolute fearsome setting for me personally, however , being able to see the very specialized approach you handled that took me to jump over delight. Now i am grateful for the work and trust you find out what an amazing job you are always putting in educating most people using your web page. Most probably you haven’t got to know any of us.

  2. Thank you so much for providing individuals with a very pleasant chance to check tips from this web site. It is often very pleasurable plus full of a good time for me and my office peers to visit your blog the equivalent of 3 times weekly to read the fresh guides you have. Not to mention, I’m so actually happy concerning the unique knowledge you serve. Certain two ideas on this page are rather the best we have all ever had.

  3. I want to express thanks to this writer just for bailing me out of such a issue. Because of exploring throughout the the net and coming across views which were not pleasant, I assumed my life was gone. Being alive without the presence of answers to the problems you’ve solved through your guideline is a serious case, and those that could have in a negative way damaged my entire career if I hadn’t noticed the blog. Your own personal expertise and kindness in controlling every part was invaluable. I don’t know what I would’ve done if I had not encountered such a stuff like this. It’s possible to at this moment look ahead to my future. Thanks for your time very much for your expert and result oriented guide. I won’t think twice to refer your web sites to any person who needs and wants counselling about this subject matter.

  4. I want to get across my appreciation for your kind-heartedness giving support to people that absolutely need help with in this issue. Your very own dedication to getting the message all-around appeared to be especially effective and has always made men and women much like me to arrive at their ambitions. Your personal interesting hints and tips indicates a great deal to me and especially to my office workers. Thanks a ton; from all of us.

  5. I precisely had to thank you very much once more. I am not sure the things I could possibly have carried out without these suggestions shown by you concerning this industry. This has been a very frustrating scenario for me, but seeing this specialised style you processed the issue made me to leap with fulfillment. I’m just happy for this assistance and thus pray you really know what an amazing job that you are doing teaching the mediocre ones through your site. I am sure you haven’t met any of us.

  6. I happen to be commenting to let you know of the outstanding experience my friend’s girl went through using your web site. She mastered numerous details, which include how it is like to possess an excellent giving heart to make many others with no trouble learn various complex subject matter. You undoubtedly exceeded readers’ desires. Thank you for displaying the practical, safe, edifying not to mention fun guidance on that topic to Sandra.

  7. I intended to create you that little bit of note to help thank you so much the moment again with the nice strategies you have shared on this page. This has been certainly remarkably generous with people like you to present publicly what numerous people could have offered for sale as an ebook to generate some money on their own, and in particular since you might well have tried it if you ever considered necessary. Those suggestions likewise served as a great way to fully grasp someone else have the same dreams just like my own to see more and more with regard to this problem. Certainly there are thousands of more pleasant occasions up front for many who looked at your blog.

  8. Youre so cool! I dont suppose Ive learn something like this before. So good to seek out any individual with some original thoughts on this subject. realy thanks for beginning this up. this website is something that is wanted on the net, someone with slightly originality. helpful job for bringing something new to the internet!

  9. Youre so cool! I dont suppose Ive learn something like this before. So nice to seek out someone with some authentic ideas on this subject. realy thanks for starting this up. this website is one thing that is wanted on the net, someone with just a little originality. helpful job for bringing something new to the web!

  10. Oh my goodness! an amazing article dude. Thanks However I’m experiencing concern with ur rss . Don抰 know why Unable to subscribe to it. Is there anyone getting similar rss problem? Anybody who is aware of kindly respond. Thnkx

  11. I discovered your weblog web site on google and test a number of of your early posts. Proceed to keep up the excellent operate. I just extra up your RSS feed to my MSN Information Reader. Searching for ahead to reading more from you in a while!?

  12. There are some attention-grabbing closing dates in this article but I don抰 know if I see all of them center to heart. There’s some validity but I will take hold opinion till I look into it further. Good article , thanks and we want more! Added to FeedBurner as well

Deixe uma resposta